Instalação do XAMPP no Windows

Estamos desenvolvendo uma nova aplicação com PHP utilizando um framework que é novo na nossa caixa de ferramentas, o Laravel.

Para estre novo projeto resolvemos criar um conjunto de post para toda a equipe e comunidade de software.

Os comentários do blog estão abertos para sugestões, críticas e reclamações. Então, mãos a obra.


XAMPP

Por que usar o XAMPP? Vamos relacionar os motivos:

  • Esta tudo junto e configurado;
  • Funciona no Windows e Linux;
  • Partimos logo para o desenvolvimento sem ter que ficar baixando, compilando, instalando. Sei que tem gente que adora um make;
  • Funciona com servername e alias;
  • Tem o PHP 5.6 que é a versão que precisamos.

Vamos usar a versão (download realizado no dia 02/01/2016) “xampp-win32-5.6.15-1-VC11“, na versão Zip “xampp-win32-5.6.15-1-VC11.zip”.

Estamos criando um documento de arquitetura que irá explicar todas as pastas da aplicação, mas neste momento iremos apenas instalar o XAMPP para acessar o alias “vitrine” no endereço “http://localhost/vitrine”.

Por que vitrine, será a vitrine da primeira parte do projeto, que irá mostrar todos os frameworks que serão utilizados.

Como temos varias versões do XAMPP, uma para cada conjunto de projetos que dependem de bibliotecas e estruturas específicas, iremos colocar no nome da pasta de instalação do XAMPP o nome do arquivo de download.

Então vamos descompactar todo os arquivos na pasta “C:\desenvolvimento\xampp-win32-5.6.15-1-VC11”.

Executar o arquivo “setup_xampp.bat” para atualizar as referencias dos arquivos (caminho das pastas). É só executar  esperar um pouco, quando terminar é só pressionar “Enter” para finalizar.

Agora vamos executar o arquivo “xampp-control.exe” para abrir o painel de controle do XAMPP. Como será a primeira vez teremos que selecionar a bandeira do EUA e clicar em “Save”.

Firewall Windows

Solicitação de liberação de porta 80 do Apache HTTP Server.

Vamos iniciar o “apache” pelo painel de controle do XAMPP para testar. Pode ser que o Windows apresente uma tela para liberar a porta 80.

E vamos acessar o endereço “http://localhost/“.

Você pode verificar a versão do PHP no link “http://localhost/dashboard/phpinfo.php“.

No próximo post vamos criar o alias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.